Revista AU- Museu do Mangue

Publicado em:Publicações, Redescobrindo Sergipe, blog- jan 13, 2011 Nenhum comentário

Luiz Ciocchi


Com o objetivo de preservar o trecho de mangue no recanto de Maré do Apicum, em Aracaju, e ainda urbanizar a favela ali existente, a prefeitura da cidade tem um amplo programa de revitalização que inclui a remoção das famílias para casas de alvenaria no mesmo bairro. No lugar dos barracos deverá ser erguido o Museu do Mangue, com projeto arquitetônico de Ana Libório & Gândara Jr. Além de evitar novas invasões, o museu pretende ser um “laboratório vivo” que permitirá o desenvolvimento de estudos científicos visando a preservação dos manguesais. O espaço ainda contará com ambiente para exposições e aulas de educação ambiental. A arquiteta diz que o museu deve se tornar ponto turístico na capital sergipana, gerando emprego e renda para a comunidade graças às atividades de artesanato, culinária típica e visitas guiadas. O projeto tem um grande significado para a região porque quase toda a cidade foi erguida sobre mangues aterrados. Ana Libório diz que o partido arquitetônico do museu remete às características regionais, pois prevê a utilização de material de reflorestamento e procura integrar a construção à paisagem natural. O projeto de urbanização tem apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).





Deixe um Comentário